03/07/2015 - 09:34:00
Bebidas> Vinhos > Degustação


Beber história é fascinante

Rótulo de vinho do Porto 1927 escrito à mão.

Meninas e meninos,

Quando falamos de “coisas” muito antigas, muitas das vezes nos deparamos com um dilema que nos encara; esta “coisa” antiga terá uma história, claro, mas será interessante?

Distinguindo um pouco mais sobre o que seja esta “coisa” antiga, pode ser um livro, por exemplo, e este é quase que totalmente autoexplicativo.

Pode ser um imóvel, então buscamos a arquitetura da época para entender as necessidades estruturais, estéticas e funcionais de então, e pode ser, como o caso que descrevo, um vinho antigo.

Mas não qualquer vinho antigo, um Vinho do Porto antigo.

Tenho em minha jornada diária, a oportunidade, rara é bem verdade, mas a tenho, de degustar raríssimos exemplares de vinhos, sejam eles muito antigos, ou pela exígua produção.

Vinhos fortificados como os vinhos do Porto, quando bem guardados, tendem a durar séculos, eu já degustei um Madeira, vinho fortificado que leva o nome desta Ilha portuguesa um Verdelho Madeira 1870, e a sensação não me sai da memória.

As histórias da evolução destes vinhos, como eram e como são feitos hoje, sua trajetória até chegar às mãos de quem os possui ou comprou, uma verdadeira e inebriante epopeia.

Em uma degustação muito recente, este ano mesmo, na Casa do Porto, do amigo Péricles Gomes, com a ilustre presença do presidente do IVDP- Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, ser Manuel de Novaes Cabral, e contando com o grande conhecedor e produtor de vinhos no Douro Pedro Carvalho, degustamos algumas joias, não tão antigas, mas espetaculares.

Mas me atenho aqui aos vinhos do Porto antigos, que lamentavelmente não degustamos, e que nos foram levados para conhecermos a história, e um deles, como verão na foto, com o rótulo escrito a mão, com apenas 360 garrafas, de um Porto Vinagre 1927, engarrafado em 1944 para homenagear o nascimento do filho Edward Newport.

Linda história preservada em mão de terceiros que não a família, que deve ter algumas destas garrafas, visto serem produtores de Vinhos do Porto dos mais importantes até hoje.

Quanta água não deve ter rolado por debaixo desta ponte até que eu tenha visto e sabido desta preciosidade, não tão antiga, é verdade, pois já vi e degustei vinhos muitíssimos mais antigos, mas talvez, com menos história.

Casa do Porto: www.casadoporto.com

Até o próximo brinde!

Álvaro Cézar Galvão

Volta ao topo da página
02/07/2015 - 11:26:00
Bebidas> Vinhos > Evento


Para os que ainda não conhecem os vinhos brasileiros, uma ótima oportunidade são as palestras sobre Indicações Geográficas e Regiões Produtoras no Wine Weekend 2015

Bebidas-vinhos-vinhos brasileiros-Ibravin-Wine Weekend.

Meninas e meninos,

Continuo falando e escrevendo sobre os bons vinhos em geral e os bons vinhos brasileiros em particular, e aproveito mais uma vez para convidar aos enófilos e apreciadores, para que visitem a Wine Weekend 2015, evento que abrirá ao público hoje dia 02 de Julho, estendendo-se até dia 05 deste, no Pavilhão das Culturas, no Parque Ibirapuera, na capital paulista, e onde terão a oportunidade de conhecer, degustar e aprender um pouco mais sobre nossos vinhos e sobre a cultura deste alimento líquido http://www.divinoguia.com.br/indique.asp?acao=indicacao&id=617

Nos dias 02 e 03, o público poderá acompanhar as degustações do Concurso Mundial de Bruxelas Edição Brasil – Concurso Nacional de Vinhos e Destilados, no qual sou jurado, onde com 420 rótulos inscritos, sendo 245 de vinhos e 175 de destilados, estas bebidas serão postas à prova, sempre às cegas, para determinarmos as amostras ganhadoras de medalhas.

As bebidas vencedoras serão expostas nos dias 04 e 05 no próprio evento.

Na sexta-feira 03, Silvia Mascella irá palestrar para os 28 jurados do Concurso.

Outra atração será o Museu do Vinho, que contará a história de mais de seis séculos da bebida no Brasil. O município de Bento Gonçalves, reconhecido como capital nacional do vinho disponibilizou um rico acervo sobre a trajetória da cultura do produto na região da Serra Gaúcha.

As empresas que disponibilizaram rótulos para as degustações no stand são: Vinícola D’Alture, Casa Pedrucci, Miolo Wine Group, Casa Valduga, Vinícola Salton, Vinícola Calza, Casa Venturini, Vinícola Aurora, Sanjo Cooperativa Agrícola de São Joaquim, Vinícola Perini, Vinícola Campos de Cima, Aracuri Vinhos Finos, Pizzato Vinhas e Vinhos, Faé Vinhos Finos e Espumantes e Luiz Argenta Vinhos e Espumantes.

Vinícolas brasileiras que participam do Concurso Mundial de Bruxelas - edição Brasil

Abreu Garcia Vinhos de Altitude
Aracuri Vinhos Finos
Basso Vinhos e Espumantes
Boscato Vinhos Finos
Casa Geraldo Vinhos Finos
Casa Pedrucci
Casa Valduga
Dunamis Vinhos e Vinhedos
Famiglia Zanlorenzi - Vinícola Campo Largo
Guatambu Estância do Vinho
Miolo Wine Group
Sanjo - Cooperativa Agrícola de São Joaquim
Villa Prando Vinícola
Vinhos Máximo Boschi
Vinhos Weber
Vinícola Arbugeri
Vinícola Aurora
Vinícola Campos de Cima
Vinícola Da’ Alture
Vinicola Fin
Vinícola Franco Italiano
Vinícola Góes
Vinícola Goes e Venturini
Vinícola Panceri
Vinícola Pericó
Vinícola Perini
Vinícola Perterlongo
Vinícola Quinta da Neve
Vinícola Salton
Vinícola San Michele
Vinícola Santa Augusta
Vinícola Santa Emilio
Vinícola São Luiz
Vinícola Suzin
Vinícola Zanela
Vitivinícola Santa Maria

Serviço

Wine Weekend São Paulo, 02 a 05 de julho
Horário: das 12h às 22h (de quinta a sábado) e das 12h às 20h no domingo
Local: Pavilhão das Culturas, Parque Ibirapuera
Mais informações pelo telefone (11) 4617.4021
www.wineweekend.com.br

Até o próximo brinde!

Álvaro Cézar Galvão

Volta ao topo da página
01/07/2015 - 00:00:00
Bebidas> Vinhos > Degustação


Campanha Gaúcha traz mais uma novidade vinda de Bagé

Estância Paraizo e o vinho Don Thomaz y Victoria.

Meninas e meninos,

Sou entusiasta dos bons vinhos em geral e dos bons vinhos brasileiros em particular, e peço sua atenção para uma vinícola bem recente que está com um vinho de pequena produção, apenas 1147 garrafas, na safra 2011, que degustei; e na safra seguinte a 2012, 1372 garrafas.

Para 2013 há apenas estoque em barricas de 400 litros, que não ultrapassam as 540 garrafas.

Estou falando da Estância Paraizo, situada em Bagé, na Campanha Gaúcha, e que tive a oportunidade de conhecer quando a Associação Vinhos da Campanha Gaúcha, em movimento inédito no Brasil, e já relatado por mim http://www.divinoguia.com.br/pesquisa2.asp?id=601

Uma propriedade rural muito antiga e tradicional de Bagé, fundada em 1790, e por oito gerações, gerenciada pela família Mercio, no início da década de 2000, a par de suas atividades como a pecuária e agricultura, resolve investir no vinho, plantando as variedades Shiraz e Cabernet Sauvignon.

As cepas de C.Sauvignon vieram da Itália para compor apenas 3 ha e as de Shiraz da África do Sul com 2 ha.

Estão se aprontando para a atividade, e investindo em uma vinícola boutique que deverá estar pronta em 2016.

Seu vinho o Don Thomaz y Victoria, um varietal Cab. Sauvignon me agradou muito, expressivo, robusto, frutado e com especiarias picantes.

Em boca macio, equilibrado em acidez, taninos e álcool e com toques sutis de um canforado gostoso.

Quando o jantar servido na ocasião, com um belo bife de Chorizo ao ponto como manda o figurino, servido na excelente casa North Grill chegou, foi o vinho que escolhi dentre tantos bons vinhos, para harmonizar com a carne, afinal, era uma derradeira prova de um vinho que fiquei conhecendo na ocasião, e digo, saiu-se muito bem na companhia do prato.

Estância Paraizo: monica@estanciaparaizo.com

Também com a Cristina Neves: www.cristinaneves.com.br

Até o próximo brinde!

Álvaro Cézar Galvão

Volta ao topo da página

Ver todas as notícias do mês.
Quem sou eu

Enófilo apaixonado, larguei a engenharia para trabalhar com o lado lúdico dos vinhos e da gastronomia. Engenheiro por formação acadêmica, sommelier formado pela ABS-SP, acabei me tornando "O Engenheiro que Virou Vinho".

Sobre este SIte

Este site é um espaço digital onde eu coloco todas as experiências que vivo dentro do universo do vinho e da gastronomia, procurando sempre apresentar o lado lúdico do comer e do beber bem.

Para entrar em contato clique aqui.


Estatísticas deste site...





Avaliando




Mecanismo de busca

Palavra-chave


Enquetes do Divino Guia

Você é a favor ou contra a Lei Seca?
Sim
Não
Indiferente


Redes sociais - curta e indique aos amigos







Instagram Instagram do Divino Guia



ARQUIVOS DO SITE

2015
Janeiro (21)
Fevereiro (18)
Março (22)
Abril (20)
Maio (21)
Junho (21)
Julho (3)

2014
Janeiro (18)
Fevereiro (20)
Março (20)
Abril (20)
Maio (20)
Junho (20)
Julho (23)
Agosto (21)
Setembro (22)
Outubro (21)
Novembro (18)
Dezembro (21)

2013
Janeiro (8)
Fevereiro (19)
Março (21)
Abril (21)
Maio (19)
Junho (18)
Julho (17)
Agosto (21)
Setembro (19)
Outubro (21)
Novembro (19)
Dezembro (19)






Álvaro Cézar Galvão participa do programa Chefs do Apetite. Para assistir todos os programas já gravados clique aqui.





Academia do Vinho

Adilson Farias-ilustrador em café

Bebel Baeta e Sebastian

Bebericando por Helena Mattar

Beto Duarte

Blog do Marcelo Katsuki

Blog Nosso Vinho-Paulo Queiróz

Chef Karina Papa

Confraria Dos Panas

Cris Couto

Degustadores sem Fronteiras

Emerson Hass

Ensei Neto

Eugênio Oliveira-Decantando a Vida

Fabiana Gonçalves

João Filipe Clemente

Jorge Monti

Luiz Horta

Marcelo di Morais

Mariana Costa-Viagem na Cozinha

Pecado de Vinhos

Programa Chefs do Apetite

Revista Eno Estilo

Revista Viver Plus Size

Selo & S

Selo 7 Sommeliers

Silvestre - Vivendo a Vida

Vinho dos Anjos

Vinho e Delícias

Vinhos Brasucas